Jan

19

2016
Por que Supergirl é tão importante?
Postado por Isadora Ribeiro. Falando sobre Canal de Vídeos, Comportamento, GEEK 2 GEEK, Recomendo

Alguém assiste Supergirl? Bom, quem me conhece e me segue nas redes sociais, sabe que desde o início da série eu tenho apoiado bastante. Estou fazendo até um projeto lá no Geek 2 Geek que se chama #AssistindoSupergirl (super criativo o nome, diz aí) em que comentamos TODOS os episódios da série. Mas por que estou falando de Supergirl? Porque a Kara é gente como a gente também!

A Kara leva esporro da chefe, do chefe da irmã, do poderoso machista da cidade, da tia vingativa e ufa, chega né? Sem contar que ela não tem sucesso nenhum no amor (pelo menos por enquanto). Então dá pra você se identificar com ela. E olha, nem precisa ser garota pra isso, viu?

tumblr_nznd9gfxfw1qhh8jso1_500
A maioria das personagens são mulheres, Kara tem os mesmos poderes que Clark (Superman) e não vive em função dele. Ele é mencionado mas é a vez da Kara, é o seriado dela. Tem noção do quanto isso é importante no cenário em que vivemos? Logo no primeiro episódio temos um diálogo importantíssimo e ambicioso em que mostra uma notícia na TV sobre a primeira aparição da Supergirl na cidade e uma moça diz: “Bom para minha filha que terá alguém para se espelhar.” Posso abraçar o roteirista?

Aliás, o roteiro conversa diretamente com o público alvo. Não temos os melhores diálogos do mundo e você pode achar até infantis. Mas eles continuam sendo importantes e fortes em seu significado. Quem nunca passou pelas situações que a Kara passa em seu ambiente de trabalho? Eu já. Milhões de vezes! Quem nunca quis responder como ela responde? Eu já! HAHA! Ah, e vale lembrar que Supergirl é uma série comercial, não é nenhuma produção Netflix ou HBO (se é que me entendem).. E isso é um ponto positivo. Não precisa ser dark, nem assustadora, nem explícita e nem muito romantizada para ser boa e mostrar situações que podemos nos identificar. E para uma série comercial, ela está se mantendo muito bem mesmo.

tumblr_nxzh6nGMkt1uwtxh6o2_500
Depois da Kara, a personagem mais legal, interessante e com conteúdo é a Alex (sua irmã adotiva). Alex consegue mostrar pra nós desde o primeiro episódio o quanto é forte e protetora. Desde que Kara chegou em sua vida, ela cuida, protege e ajuda a fazer a vida da irmã a mais humana possível. Alex entende que se Kara se expor, irá se machucar e seus esforços para que ela nãos e torne a Supergirl no primeiro episódio, não são por não torcer pela irmã. São por instinto de proteção que ela teve a infância e adolescência inteira. Mas logo ela vai amolecendo e vendo que a Kara é capaz e já está grandinha pra assumir duas identidades, e ela não a abandona. Ela chama ela pra trabalhar junto com sua equipe. Inclui a Kara. Ajuda ela a treinar, a desenvolver os poderes (que estavam enferrujados por falta de uso) e a ser uma super heroína incrível. E a Alex não precisa de super poder para ser incrível também. E nós também podemos nos espelhar nela. Ao longo dos episódios, a importância da Alex só aumenta e isso é lindo.

No episódio em que ela perde os poderes (calma, isso é normal), ela não fica deprimida se sentindo uma inválida. Ela vai a campo, se arrisca, tenta usar outras habilidades e outros jeitos de salvar o dia. Isso é inspirador. Isso é o que precisamos assistir!

tumblr_nyo221hKhc1uwtxh6o1_500
Também tem outro focado em sua raiva (com a chefe, com seus relacionamentos, com a vida, com tudo) e resume boa parte das nossas frustrações.. Chama os amigos e desabafem, conversem, chorem, se abracem e se confortem. É ok ficar com raiva, é ok ter um dia ruim. Até pra Supergirl não tá fácil.

tumblr_o011u6BTVL1uc3fxyo2_500
E vamos combinar uma coisa? Não vamos comparar Supergirl com Jessica Jones. Não vamos colocar uma contra à outra. É tudo que as duas séries não querem. Vamos adicionar, vamos aplaudir e consumir todo esse conteúdo. As duas falam com público feminino (diferente mas falam) e ambas mostram que elas são muito mais do que “só” garotas. As duas são incríveis.

Eu podia listar muitas coisas positivas e importantes (não que a série não tenha suas falhas, só não é o foco do post hoje) mas o post ficaria imenso. O objetivo é mostrar pra vocês que Supergirl é para todos nós, qualquer pessoa pode se identificar com alguma situação, pode se inspirar e se espelhar e torcer para mais séries assim. E que séries com personagens femininas são importantes pra muita gente. Se você duvida, olha só esse texto do Medium lindíssimo que um pai escreveu sobre a experiência de assistir a série com a filha. É inspirador! Fica aqui meu agradecimento enorme para Supergirl, Agent Carter e Jessica Jones. Produtoras, pode mandar mais que tá pouco!!!

Me acompanhe por aqui também: Facebook ♥ Twitter ♥ Geek 2 Geek ♥ Instagram ♥ SkoobGoodReads


Isadora Ribeiro
9





9 Comentários


Larissa Santos @ 19.01.2016

Sim sim e sim ! Você disse tudo nesse post, comecei assistir supergirl a pouco tempo, e cada vez gostando mais, eu totalmente me identifiquei com a Kara em vários momentos !
Bjos
http://geekinsana.blogspot.com/

Isadora Ribeiro Reply:

Ebaaaaaa! Espero que esteja gostando!


Claris Ribeiro @ 19.01.2016

Quando falaram sobre a série eu fiquei bem animada, mas muitas pessoas comentaram assim que saiu o piloto que não valia a pena, e como eu sigo muitas séries, acabei deixando essa de lado. Essa onda de séries focadas nas mulheres é muito boa, mas acho que série de super herói já passou… muito do mesmo.
Mas gostei muito do seu post, ainda não perdi o interesse total pela série, só não tenho tempo de começar mais uma, quem sabe no futuro?

Adorei o blog! Beijos :*
Claris

Isadora Ribeiro Reply:

Tudo de herói é mais do mesmo assim como comédias românticas se você for ver (é tudo igualzinho). Mas pra certos públicos é importante ter essa representação e vale muito a pena sim, dê uma chance depois =))


Bel @ 22.01.2016

Eu assisti a todos os episódios de Supergirl e estava bem animada mas… não estou conseguindo gostar, não. Não sei, e é principalmente pela protagonista. Não a atriz mas a personagem, ela me irrita. Rs! Mas gosto muito dos coadjuvantes.

https://oladobeldavida.wordpress.com/

Isadora Ribeiro Reply:

Que pena que a série não funcionou pra você.. =/


Nathália @ 25.01.2016

Isa, que legal esse relato do pai que assistiu Supergirl com a filha! Estou acompanhando seus recaps no YouTube, estão demais! Eu não assisto à série, mas fiquei bastante impressionada quando fui ao set no tour da Warner. Como era Thanksgiving, não tinha ninguém filmando e a gente conseguiu ver alguns cenários, inclusive o DEO – entramos naquele salão com os computadores (que são de verdade), vimos a nave que ela chegou na terra (muito bem feita!), vimos a sala onde guardam as munições e tudo. Deu pra sentir o quanto estão fazendo aquilo com carinho, e fico na torcida pela audiência garantir mais temporadas, justamente por causa dessa importância, da representatividade. Já passou da hora do mundo descobrir que nós meninas também somos super, né? :) Beijo!

Isadora Ribeiro Reply:

AAAAI QUE MÁXIMOOOOOOOOO!!!!!! Eu também tô assim, torcendo pra galera gostar (e tá funcionando). Com certeza, somos incríveis também! E aaaaaaaawn que lindo saber que você acompanha os comentários, achava que quase ninguém gostava HUAHUAHUA! Vão continuar \o/


Dai Castro @ 27.01.2016

Eu ouvi muitas críticas negativas sobre a série e confesso que por isso acabei deixando ela de lado, mas ainda tenho interesse em assistir futuramente, acho importante mostrar todo o poder feminino e pelo que vi a personagem principal me pareceu bem humana com todos os problemas que qualquer um pode enfrentar ao longo da vida como dias ruins, inseguranças etc. Acho que super-heroínas como ela pode acabar inspirando muita gente, ainda mais agora, nesse época de combate ao machismo! Vou tentar assistir :) Beijos!